Globo testa canal pago, com programação na rede

Folha de S. Paulo

KEILA JIMENEZ

Globo debate programação e testa canal pago na web

Fazer fóruns de debates sobre programação e colocar todo o conteúdo da emissora na internet, pouco tempo depois de ir ao ar na TV. Esses são alguns dos caminhos trilhados na Globo na gestão Carlos Henrique Schroder, diretor-geral da rede.

Schroder criou cinco pequenos fóruns de debate na emissora, grupos de profissionais que discutem os rumos e novas ideias em seriados, variedades, humor, novos formatos e novelas.

Compostos por oito integrantes, entre autores e diretores, os fóruns têm como objetivo a reflexão sobre o que está sendo produzido no canal e a busca pelo o que público gostaria de ver, passando pela experimentação.

“O grupo de novelas está sendo formado e vamos discutir o tamanho das obras, tamanho de elenco, tempo dos capítulos, o que pode ser mudado”, diz Schroder.

Outra aposta do diretor é o Globo TV Mais, sistema em teste em Minas Gerais, que disponibiliza toda a programação do canal na internet, cerca de três horas depois de ir ao ar na TV, por uma assinatura mensal de R$ 12,90.

“Estamos testando para estender para todo o país”, diz Schroder. “Se der certo, teremos de escolher entre esse modelo e o do Globo.com, que leva os programas à internet um dia após eles serem exibidos na TV.”

Anúncios

Sobre Antonio S. Silva
Jornalista, mestre pela PUC/SP, doutor pela UnB e professor da (UFMT). Importante o diálogo para construir um país melhor.

Deixe o seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: