Folha de S. Paulo

Para editor do ‘Guardian’, jornais devem ser ‘multidisciplinares’

Chefe digital de jornal britânico falou em congresso da Abraji

Para acompanhar o desenvolvimento das mídias digitais, os jornais precisam usar formas dinâmicas de exposição da notícia em seus sites, mais ricas do que a mera reprodução de textos do papel.

Foi esse o pano de fundo da fala do novo editor-executivo de meios digitais do jornal britânico “The Guardian”, Aron Pilhofer, na cerimônia de encerramento do 9º congresso da Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo), neste sábado (26), em São Paulo.

Pilhofer, que já trabalhou no americano “New York Times”, defendeu que as redações passem por uma reformulação, para facilitar sua adequação aos tempos atuais.

A “nova redação” passaria a ser multidisciplinar, com profissionais que pensam em análise de dados, design e aparência, não apenas na informação textual.

Segundo Pilhofer, diversos sites e jornais dos EUA e da Europa já avançam no sentido de mais inovação –incorporam vídeos, infográficos interativos e sons às notícias. Com isso, na visão do jornalista, as páginas ganham dinamismo, didatismo e informações mais bem contextualizadas.

Anúncios

Sobre Antonio S. Silva
Jornalista, mestre pela PUC/SP, doutor pela UnB e professor da (UFMT). Importante o diálogo para construir um país melhor.

Deixe o seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: